clube de jazz  
 
agenda notícias store
 
o jazz jazz brasil ao vivo galeria
 
 
colunas
perfil
eventos
lançamentos
entrevistas
acorde final
 

Os melhores de 2007: Artistas brasileiros brilham na DownBeat

Pela primeira vez, o Brasil emplaca dois cantores – João Gilberto e Ithamara Koorax – entre os cinco melhores do mundo na votação dos leitores da DownBeat. Os resultados também deram como grandes vencedores Sonny Rollins, Wayne Shorter e Brad Mehldau.

23/11/2007 - Wilson Garzon, baseado em informações da DownBeat de dezembro de 2007.

A mais antiga e importante votação dos “melhores do ano” no mundo do jazz – a dos leitores da revista DownBeat, considerada a "Bíblia do jazz" – chega ao seu 72º ano. Como sempre acontece, cercada de grande expectativa por parte de músicos, gravadoras, empresários e jazzófilos de todos os cantos do mundo. Afinal, seu resultado tem grande impacto no mercado, ao refletir a popularidade dos artistas em questão. Na votação de 2007, publicada na edição especial de dezembro, que chega às bancas no dia 20 de novembro, brilham vários brasileiros de prestígio internacional.

Pela primeira vez, a votação aconteceu exclusivamente via internet. Todos os assinantes da Down Beat puderam votar até o dia 1º de setembro, sendo preciso fornecer nome, endereço, telefone e e-mail. Todos os dados foram checados por uma empresa de auditoria independente que contabiliza os votos, em esquema igual ao do Grammy. "Votos enviados através de endereços de e-mail duplicados ou inválidos, ou enviados por e-mail diferentes mas de um mesmo computador, foram invalidados, para que a integridade da premiação pudesse ser preservada", explica o editor-chefe da DownBeat, Jason Koransky, no editorial da edição especial de Dezembro, de 112 páginas, trazendo os resultados completos e entrevistas com os vencedores.

E pela primeira vez na história da DownBeat, aparecem dois brasileiros entre os cinco melhores cantores do mundo. Proeza que até então inédita tanto na votação dos leitores como na eleição dos críticos. Ithamara Koorax, atualmente radicada em Los Angeles, ficou em quinto lugar na categoria de “female jazz singer”, enquanto João Gilberto alcançou a quarta colocação entre os intérpretes masculinos. Ithamara, que vem marcando presença na lista desde 2000, quando lançou seu primeiro disco nos EUA (Serenade in Blue), desta vez colhe os frutos dos mais de trinta shows realizados este ano no exterior, além das excelentes críticas recebidas em todo o mundo pelo seu nono CD, Brazilian butterfly, merecedor de 4 estrelas (cotação "excelente") na edição de Fevereiro deste ano na DownBeat. Em setembro, ela fez seu primeiro show em Minas Gerais, realizando arrebatadora apresentação no Ipatinga Live Jazz Festival. Segue abaixo o ranking dos 12 primeiros colocados nestas duas categorias, com os respectivos números de votos recebidos.

Female Jazz Singer

Diana Krall (682)
Nancy Wilson (327)
Dianne Reeves (315)
Cassandra Wilson (309)
Ithamara Koorax (255)
Roberta Gambarini (173)
Madeleine Peyroux (139)
Dee Dee Bridgewater (137)
Patrícia Barber (121)
Karrin Allyson (119)
Luciana Souza (114)
Tierney Sutton (108)

Male Jazz Singer

Tony Bennett (652)
Kurt Elling (613)
Bobby McFerrin (293)
João Gilberto (209)
Mark Murphy (202)
John Pizzarelli (198)
Giacomo Gates (163)
Mose Allison (147)
Andy Bey (121)
Kevin Mahogany (111)
Jimmy Scott (105)
Jamie Cullum (93)

Veteranas como Abbey Lincoln, Carol Sloane, Chris Connor e Helen Merrill sumiram da lista. E as controvertidas Norah Jones e Jane Monheit, que já vieram diversas várias vezes ao Brasil, não receberam um voto sequer. A representação brasileira se completa com o mestre Raul de Souza (hoje radicado em Paris) em oitavo lugar na categoria de “trombone”, e com dois nomes – Airto Moreira em segundo lugar, Cyro Baptista em quinto – na categoria de “percussão”.

Bastante previsível foi a entrada do tenorista Michael Brecker (falecido em janeiro de 2005) para o “Hall of Fame”. Algo que jamais teria acontecido no Critics Poll, de perfil bem mais conservador. Para o próximo ano, as apostas se concentram em Joe Zawinul, tecladista falecido em setembro, e Herbie Hancock, que este ano voltou a vencer na categoria de “teclados”, algo que não acontecia desde 1975.

Vencedores em outras categorias

Álbum de Jazz
Pat Metheny & Brad Mehldau: "Metheny / Mehldau”

Álbum Histórico
Thelonious Monk & John Coltrane: “The Complete 1957 Riverside Recordings”

Artista do Ano e Sax-Tenor
Sonny Rollins

Compositor e Sax Soprano
Wayne Shorter

Sax-Alto
Phil Woods

Sax-Barítono
James Carter

Grupo
Dave Holland Quintet

Big Band
Count Basie Orchestra

Piano Acústico
Brad Mehldau

Orgão
Joey DeFrancesco

Baixo
Ron Carter

Bateria
Jack DeJohnette

Percussão
Poncho Sanchez

Vibrafone
Gary Burton

Flauta
Hubert Laws

Clarinete
Paquito D’Rivera

Trompete
Wynton Marsalis

Trombone
Bob Brookmeyer

Guitarra Pat Metheny

“Miscelllaneous”
Toots Thielemans

Gravadora
Blue Note

Artista de Blues
B.B. King

Álbum de Blues
Buddy Guy: “Can’t Quit The Blues”

Topo da página | Envie a um amigo | Voltar para Argentina

 
copyright clube de jazz 2004  
cadastre-se   termos de uso   contato   sobre nós