clube de jazz  
 
agenda notícias store
 
o jazz jazz brasil ao vivo galeria
 
 
colunas
perfil
eventos
lançamentos
entrevistas
acorde final
 

João Gilberto segundo Ithamara e Juarez

Sem dúvida, um dos melhores discos do ano é o lançamento da Motema Records, "Bim Bom", onde Ithamara Koorax e Juarez Moreira revisitam o songbook de João Gilberto.

26/11/2009 - Wilson Garzon

O mundo não tinha idéia que, quando João Gilberto utilizou seu violão para acompanhar com sua batida, a cantora Elizeth Cardoso na música de Tom Jobim-Vinícius de Moraes "Chega de Saudade", ele estava criando um estilo musical que viria a ser conhecida como Bossa Nova. O ano era 1958, e a gravação fez parte do LP “Canção do Amor Demais” (agora disponível em cd). Apesar dele começar a gravar desde 1951 (ele era crooner do grupo vocal Garotos da Lua), foi depois de “Canção do Amor Demais” que a carreira solo de João Gilberto decolou, fazendo dele uma grande estrela do cenário musical.

João Gilberto não foi só violonista e cantor. Ele também escreveu algumas composições, fato esse sempre menosprezado devido a seu grande talento de intérprete. Em 2008, para celebrar meio-século dessa famosa gravação que marcou o início da bossa nova, a cantora brasileira Ithamara Koorax (Rio de Janeiro, 1965) se juntou ao violonista Juarez Moreira (Minas Gerais, 1954) para gravar todo songbook de João Gilberto. Produzido por Arnaldo DeSouteiro, “Bim Bom: The Complete João Gilberto Songbook” tem Ithamara Koorax nos vocais e Juarez Moreira no violão.

Tanto Ithamara quanto Juarez não precisam de longas introduções. Ithamara é muito conhecida como cantora de jazz e mpb de qualidade, tendo gravado com artistas de todo o mundo, com destaque para Antônio Carlos Jobim, Luiz Bonfá, Ron Carter, Azymuth, Eumir Deodato, Gonzalo Rubalcaba e Sadao Watanabe. Juarez, é reconhecido como um dos maiores violonistas da atualidade no Brasil, tendo trabalhado com artistas como Milton Nascimento, Toninho Horta, Nivaldo Ornelas e Badi Assad. Quando esses dois artistas se uniram para gravar o songbook de João Gilberto, o resultado não ficou muito longe da perfeição. A música resultante desse encontro é fantástica; além de honrar João Gilberto, sem dúvida se tornou um dos melhores tributos à sua carreira e obra.

A composição que João Gilberto fez em 1958, "Bim Bom", é a que abre o álbum. A canção é muito vibrante, apresentando um grande solo de Juarez e o vocal de Ithamara mantém o tempo, raramente dando uma pausa para respirar. É uma grande abertura. As cinco primeiras músicas do cd são principalmente canções com letras. Embora todas elas sejam belamente arranjadas e interpretadas, tenho que agradecer pessoalmente a Ithamara e Juarez pela qualidade do arranjo criado para "Hô-Bá-Lá-Lá" (outra composição de 1958). Juntos, eles capturam o tom romântico das letras como ninguém, incluindo a própria versão do compositor. Para mim, essa é a versão definitiva de "Hô-Bá-Lá-Lá". Gostaria destacar as duas músicas que João Gilberto fez com João Donato: "Forgotten Places" com letra de Lysias Enio e "Minha Saudade".

As próximas seis faixas são músicas sem letras. Ithamara faz vocalese, assim como João Gilberto fez em suas gravações, pois originalmente essas canções não possuíam letras. Aqui temos a chance de escutar Juarez de uma maneira mais privilegiada. Ele pode mais livremente mostrar a sua arte na guitarra. Dos duetos que ele apresenta em suas guitarras acústica e elétrica, os destaques são "An Embrace to Bonfá", "Indiu" e "João Marcelo".

“Bim Bom” é um tributo que diz muito sobre João Gilberto. O que Ithamara e Juarez fizeram em “Bim Bom” é resultado dos talentos desses dois artistas que, em 24 horas de estúdio e gravando pela primeira vez, conseguiram gerar através de uma empatia mútua e altamente criativa, uma das melhores obras da música brasileira nessa década.

Ithamara Koorax & Juarez Moreira
Bim Bom: The Complete João Gilberto Songbook
Motéma Music MTM-30 (2009)
http://motema.com/artist/ithamara-koorax-juarez-moreira

Topo da página | Envie a um amigo | Voltar para Colunas

 
copyright clube de jazz 2004  
cadastre-se   termos de uso   contato   sobre nós